Energia eólica e hídrica: campos do futuro para os Eco Kids e Eco Teens

O projeto de educação ambiental Eco Kids e Eco Teens, coordenado pelo Ministério Público da Bahia e desenvolvido mediante parcerias, tem particularidades específicas. Uma delas, é despertar as crianças e os adolescentes para mercados profissionais que por vezes nem imaginavam. 

Exemplos podem ser dados com os alunos de Jacobina e de Itanhém, que participam do projeto Eco Kids e Eco Teens.  Em Jacobina, município distante 330 km da Capital, no último dia 27 de setembro, alunos do ensino Fundamental do Colégio Luís Alberto D. de Carvalho, visitaram a fábrica TEN- Torres Eólicas do Nordeste. Conheceram a importância da energia eólica e as possibilidades de atuação na área.  No dia 20 de setembro de 2019, a visita foi feita por alunos do Colégio Marcos Jacobina, localizado no distrito de Caatinga de Moura, zona rural de Jacobina.

Além das engenharias tradicionais, como civil, elétrica e ambiental,  a modalidade de engenharia eólica está em expansão.  Segundo  Marcus Lopes, do site Vagas, especializado em carreiras e profissões, é “modalidade ainda pouco explorada no ramo da engenharia, mas com boas perspectivas de ascensão”. Técnicos qualificados de nível médio também são importantes e requisitados na área.

Colégio Luís Alberto D. de Carvalho em visita a Torres Eólicas do Nordeste, para aprender sobre enérgia eólica
Crédito da imagem: Promotoria de Justiça Regional Ambiental de Jacobina

Em Itanhém, extremo sul da Bahia, os Eco Kids da Escola Municipal Costa e Silva visitaram a estação de tratamento de água (ETA) de Itanhém no ano de 2018, administrada pela Empresa Baiana de Águas e  Saneamento S/A (EMBASA). Acompanharam o processo de distribuição de água e melhoria da potabilidade. Nesse campo de trabalho, outras profissões foram vislumbradas pelos alunos, como biologia, engenharia civil, inclusive para construção de barragens.

Segundo o Portal Terra,  o campo de atuação ligado ao serviço de saneamento básico compreende engenharias civil, ambiental e elétrica,  químicos especializados em gestão e tratamento de água e até assistência social. Outro destaque é para o agente comercial, também conhecido como “leiturista”, que exerce papel relevante na educação ambiental. 

Visita a ET da Embasa - Itanhém
Escola Municipal Costa e Silva em visita a estação de tratamento de efluentes (ETE), da EMBASA, no município de Itanhém, 2018
Foto: Josileide Nunes – arquivos do Ministério Público da Bahia
Visita a ET da Embasa - Itanhém
Escola Municipal Costa e Silva – Itanhém – agosto 2018
Foto: Josileide Nunes – arquivos do Ministério Público da Bahia

Referências:
LOPES, Marcus. Cresce a demanda por engenheiros eólicos. Portal Vagas. Disponível em:https://www.vagas.com.br/profissoes/carreiras/engenharia-eolica/cresce-a-demanda-por-engenheiros-eolicos/. Acesso em: 18 out. 2019.
PROFISSIONAIS do saneamento básico: quem são eles? Portal Terra, 18 out.

2016. Disponível em: https://www.terra.com.br/noticias/dino/profissionais-do-saneamento-basico-quem-sao-eles,c4867f2656856d56cf6d2d71f0f983686f85eeo5.html. Acesso em: 18 out. 2019

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *