Escolas de Barra do Choça envolvem Eco Kids e Eco Teens em aulas de campo

As escolas municipais São José e Francisco Amorim, em Barra do Choça, começaram a intensificar os preparativos para a produção dos jornais Eco Kids e Eco Teens, com lançamentos programados para o segundo semestre de 2018.

Para tanto, realizaram aulas de campo, que possibilitaram aos alunos o contato com o meio ambiente, ligando-o a percepções diversas, incluindo estética, emocional, cognitiva, social e histórica, seja do grupo, seja de pessoas com quem interagiram durante a atividade pedagógica¹.

Como lembram as autoras Mette, Silva e Tomio (2010),  a percepção e novas formas de atuação no meio ambiente precisam ser construídas e incentivadas entre as novas gerações².

A Escola Municipal São José realizou trilha ecológica interpretativa, de modo a apreciar a biodiversidade da região do Sossego, zona rural de Barra do Choça. A trilha, como atividade pedagógica, possibilita que as áreas naturais sejam consideradas “salas de aula e laboratórios ao ar livre, aproximando a realidade dos temas abordados, estimulando a observação, reflexão e sensibilização”¹.  Permitem também o “resgate do significado e do valor da interação pessoa-paisagem”³

Já a Escola Municipal Francisco Amorim, responsável pelo jornal Eco Kids, realizou a atividade de campo na Cooperativa de Reciclagem de Barra do Choça. A atividade permite aos alunos refletir sobre a importância da separação e reaproveitamento de resíduos para o meio ambiente. De igual modo, valorizar as pessoas que realizam as atividades de coleta seletiva no município.

 

No próximo dia 01 de agosto, às 15h, o jornal Eco Teens será analisado em reunião do Conselho Editorial de Barra do Choça. É o quinto ano consecutivo de Barra do Choça no projeto de educação ambiental Eco Kids e Eco Teens, executado em parceria com o Ministério Público da Bahia.

Crédito das imagens: Vera Belinato e Edite Rosa.

 Saiba mais :

¹ ESPÍRITO SANTO, Ariadne Peres. Trilhas ecológicas interpretativas. 3p. Disponível em:<http://files.abordandoapercepcaobotanica.webnode.com/200000012-c1129c20b2/trilhas%20ecologicas%20interpretativas.pdf> Acesso em: 13 jul. 2018.

²METTE, Gabriela; SILVA, Jadna Cristina Dittrich; TOMIO, Daniela. Trilhas interpretativas na Mata Atlântica; uma proposta para educação ambiental na escola. Revista Eletrônica do Mestrado em Educação Ambiental,  ISSN 1517-1256, v. 25,  jul./dez. 2010. Disponível em:<https://periodicos.furg.br/remea/article/view/3376/2023>. Acesso em: 13 jul. 2018.

³ GUIMARÃES, Solange Terezinha de Lima.  Trilhas interpretativas e Vivências na Natureza: aspectos relacionados à percepção e interpretação da paisagem. Disponível em:<https://periodicos.furg.br/remea/article/view/3376/2023>. Acesso em: 13 jul. 2018.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *