Um “hotspot” diferente e que pode estar em sua casa!

Hotspots, em inglês, significam pontos quentes. O conceito de hotspots (1), utilizado em Ciências Ambientais, foi criado pelo ecólogo inglês Normam Myers, em 1988, para designar as zonas do planeta mais ricas em biodiversidade e ameaçadas de destruição (2, p. 105)  

Os seres vivos distribuem-se pela Terra, mas em locais determinados, apresentam concentração mais alta de grupos taxonômicos (4, p. 41).  Alguns desses seres podem ser endêmicos da região, ou seja, só vivem confinados em áreas especiais. Não se adaptam a outras condições de clima, região, etc.

Muitos dos hotspots situam-se nos trópicos. Segundo a Revista Guia do Estudante, “são 34 regiões ou biomas, incluindo a Mata Atlântica e o Cerrado brasileiro”. Os hotspots da biodiversidade sofreram a perda de 70% ou mais de sua vegetação nativa, por isto estão severamente reduzidos e degradados (2, p. 105).

Apesar de representarem uma pequena fração de área na superfície terrestre, os hotspots  são os responsáveis por sustentar mais da metade das espécies terrestres do mundo (3, p. 74). 

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Hotspots-1.png

 

Pois bem, saindo das Ciências Ambientais e entrando em organização doméstica, encontra-se uma associação bastante curiosa no livro “Casa Organizada”, de Thais Godinho. A autora fornece uma série de dicas para manter a organização da casa e uma delas é livrar-se dos “hotspots”. 

Mas não se assuste. Não é para afligir mais a biodiversidade já ameaçada.  Thaís Godinho emprega o termo hotspots para referir-se aos “cantinhos da casa nos quais se acumula qualquer tipo de bagunça” e exemplica como aquela cadeira do quarto que sempre tem roupas ou o balcão da cozinha com contas a pagar (5. p. 688). Para ela, a casa é um organismo vivo e todas as áreas precisam de cuidado, de forma planejada e organizada, para conseguir a simplificação das atividades (5. p. 2267).

Gostou dos conceitos?

Referências:

(1) A biodiversity hotspot is a biogeographic region with a significant reservoir of biodiversity that is under threat from humans. (Wikipedia.org)

(2)AS DIFERENTES paisagens do planeta. In: GOETTEMS, Arno Aloísio. Geografia : vestibular + enem. São Paulo; abril 2017.  Guia do Estudante. ISBN 978-85-69522-25-6. ed. 10., p. 100-105.

(3) GASTON, Kevin J. Biodiversity. p. 27-42.  In: SODHI, Navjot S.; EHRLICH Paul R.(ed). Conservation Biology for All. Oxford University Press 2010.p. 

(4) LAURENCE, William F. Habitat destruction: death by a thousand cuts. In: SODHI, Navjot S.; EHRLICH Paul R.(ed). Conservation Biology for All. Oxford University Press 2010. p. 73-87.

(5) GODINHO, Thaís. Casa Organizada : a arte da organização para transformar a casa e a rotina de quem não tem tempo. São Paulo: Editora Gente, 2016. ISBN 978-85-452-0058-1.

Imagens: Guia do Estudante

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *