Variações da educação ambiental

Segundo Marcos Sorrentino e Raquel Trajber, no artigo Políticas de Educação Ambiental do Órgão Gestor,  a educação ambiental pode ser trabalhada sob quatro formas, diversas e complementares.

Assim explicam:

educação sobre o ambiente – informativa, com enfoque na aquisição de conhecimentos, curricular, em que o meio ambiente se torna um objeto de aprendizado. Apesar de o conhecimento ser importante para uma leitura crítica da realidade e para se buscar formas concretas de se atuar sobre os problemas ambientais, ele isolado não basta;

educação no meio ambiente – vivencial e naturalizante, em que se propicia o contato com a natureza ou com passeios no entorno da escola como contextos para a aprendizagem ambiental. Com passeios, observação da natureza, esportes ao ar livre, ecoturismo, o meio ambiente oferece vivências experimentais tornando-se um meio de aprendizado;

educação para o ambiente – construtivista, busca engajar ativamente por meio de projetos de intervenção socioambiental que previnam problemas ambientais. Muitas vezes traz uma visão crítica dos processos históricos de construção da sociedade ocidental, e o meio ambiente se torna meta do aprendizado.

.  educação a partir do meio ambiente – esta considera, além das demais incluídas, os saberes dos povos tradicionais e originários que sempre partem do meio ambiente, as interdependências das sociedades humanas, da economia e do meio ambiente, a simultaneidade dos impactos nos âmbitos local e global; uma revisão dos valores, ética, atitudes e responsabilidades individuais e coletivas; a participação e a cooperação; reconhecimento das diferenças étnico-raciais e da diversidade dos seres vivos, respeito aos territórios com sua capacidade de suporte, a melhoria da qualidade de vida ambiental das presentes e futuras gerações; os princípios da incerteza e da precaução.

Como visto, o projeto Eco Kids e Eco Teens, desenvolvido pelo Ministério Público da Bahia em parceria com os municípios, consegue trabalhar com as quatro vertentes. Os alunos recebem os ensinamentos sobre meio ambiente em sala de aula (educação sobre o meio ambiente)ou em aulas de campo (educação no meio ambiente). A partir das aulas, fixam o aprendizado em trabalhos escolares, como maquetes, redações, paródias, ampliando o senso crítico sobre o entorno, com proposição de soluções (educação para o meio ambiente) e valorização do conhecimento local, mediante entrevistas  a moradores, especialistas, convidados, entre outros (educação a partir do meio ambiente).

Etapa 1: Educação sobre Meio Ambiente. Aula sobre reciclagem. Escola Municipal Irmã Barbosa- Vitória da Conquista

Educação sobre Meio Ambiente.
Aula sobre reciclagem. Escola Municipal Irmã Barbosa- Vitória da Conquista

Etapa 2: educação no meio ambiente. Aula sobre eucaliptos e preservação. Escola Municipal João Batista Figueiredo- Barra do Choça

Educação no meio ambiente.
Aula sobre eucaliptos e preservação.
Escola Municipal João Batista Figueiredo- Barra do Choça

Educação a partir do meio ambiente. Alunos entrevistam moradores antigos sobre as mudanças territoriais.  Alagoinhas

Educação a partir do meio ambiente. Alunos entrevistam moradores antigos sobre as mudanças territoriais. Alagoinhas

 

Educação para o meio ambiente. Alunos apresentam jogral sobre o conflito entre eucaliptos e preservação. Escola Municipal João Batista Figueiredo. Barra do Choça.

Educação para o meio ambiente. Alunos apresentam jogral sobre o conflito entre eucaliptos e preservação. Escola Municipal João Batista Figueiredo. Barra do Choça.

Referência: SORRENTINO, Marcos; TRAJBER, Raquel. Políticas de Educação Ambiental do Órgão Gestor. In: Soraia Silva de Mello, Rachel Trajber (Coord.). Vamos cuidar do Brasil : conceitos e Práticas da Educação Ambiental na Escola.  Brasília: Ministério da Educação, Coordenação Geral de Educação Ambiental: Ministério do Meio Ambiente, Departamento de Educação Ambiental : UNESCO,2007. Cap. 1, p.13-21.  Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/dmdocuments/publicacao3.pdf>. Acesso em: 02 jan. 2016.

Crédito das imagens:Arquivos da Promotoria Regional de Meio Ambiente de Vitória da Conquista, Facebook de Semed Educação e Portal da Prefeitura Municipal de Alagoinhas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *